Como limpar a corrente

Como limpar a corrente da sua bike corretamente

Você sabe como limpar a corrente da sua bike corretamente? Não? Pois, saiba que uma corrente limpa garante um desempenho sistematicamente melhor, mais silencioso e também mais preciso para sua pedalada. Hoje quero te apresentar como você pode limpar a sua corrente e garantir que a sua bike terá o melhor desempenho possível.

Antes que você pense que a questão da limpeza da corrente tem a ver apenas com desempenho, isso não é verdade, uma corrente e igualmente todos os componentes da transmissão devidamente limpos apresentam uma durabilidade bem maior, podendo durar até cerca de trinta por cento mais do que equipamentos sujos.

Claro que para que isso de fato ocorra se faz necessário que não somente a corrente seja limpa, mas também o cassete e as coroas. Isso acaba sendo um pré-requisito básico para que todo o sistema de transmissão dure mais e funcione bem.

A limpeza adequada e periodicamente feita da corrente e de todo o sistema de transmissão é sinônimo de economia. Tanto a corrente como todo o sistema em si devem além de limpos estarem lubrificados. Mas você sabe como fazer isso?

Bike limpar corrente corretamente: você vai precisar de:

Para realizar o processo de limpeza do seu sistema de transmissão você vai precisar de

  • Desengraxante ou sabão (você pode utilizar querosene também)
  • Pincel
  • Sabão em pó
  • Água

Pela lista acima você deve perceber que o processo de limpeza da corrente não é algo de outro mundo, não é mesmo? Na verdade, acaba sendo algo bem simples que você conseguirá tirar de letra.

Sabão ou desengrante?

A primeira etapa que você precisa fazer para realizar a limpeza da sua corrente acaba sendo escolher entre o uso do sabão ou do desengordurante ou desengraxante. O primeiro ponto aqui é que você não precisa de nada altamente sofisticado para a limpeza da corrente e do sistema de transmissão e pode comprar o que for utilizar no supermercado mais próximo.

Muitos desengraxantes acabam sendo demasiadamente agressivos e dessa maneira você pode recorrer tranquilamente a um bom sabonete líquido ou outro tipo de sabão de sua preferência.

A utilização do desengraxante acaba sendo visto com ressalvas apenas porque, veja bem, alguns produtos e não todos, podem acabar tirando toda a lubrificação da corrente. Dessa maneira, para que a corrente volte a ter a lubrificação adequada seria necessário mergulha-la em um balde de lubrificante.

Isso sem contar que retirar todo o lubrificante dos rolos da corrente reduz significativamente a vida útil da corrente, sobretudo de uma bike de estrada.

 

Lavagem

O primeiro passo para realizar a limpeza da corrente consiste na lavagem da mesma. O processo de lavagem da corrente envolve não apenas a corrente em si, mas todos os componentes do sistema de transmissão. Desde as correntes, as coroas, cassete e os dois câmbios.

A limpeza aqui consiste na aplicação do desengraxante que deve ser feita em toda a corrente e em toda a transmissão ou do outro produto de limpeza que você escolheu. A corrente deve ser esfregada elo por elo, para isso utilize um pincel ou escova de dente se for melhor.

Limpe bem todos os componentes da transmissão, além da corrente dê uma atenção especial as coroas, cassete e as roldanas do câmbio.

Como limpar o cassete adequadamente?

Para limpar o cassete adequadamente leve a corrente para uma das extremidades do cassete e aplique bastante sabão ou o produto escolhido para limpeza com a ajuda de uma escova. Esfregue bem todas as engrenagens exceto aquela que está com a corrente, uma vez que de fato acabará sendo difícil. As outras devem ser bem esfregadas para garantir que a limpeza seja feita de maneira adequada.

Feito isso, desloque a corrente para outra engrenagem e limpe da mesma forma as engrenagens restantes. Repita o processo feito anteriormente com a engrenagem na qual a corrente estava.

Processo de limpeza das coroas

Assim que concluir o processo de limpeza do cassete passe para a limpeza das coroas. Lembre-se que o processo de limpeza deve contemplar adequadamente todos os componentes do sistema de transmissão.

A melhor maneira para limpeza da coroa acaba sendo por meio da soltura da corrente da coroa, o que facilita bastante o processo de limpeza.

Da mesma maneira que fora feito com o cassete aplique uma boa quantidade de sabão ou do produto que você escolheu para a limpeza na escova e esfregue bem as coroas. O processo de esfregar é o que garante boa parte do sucesso da limpeza, por isso capriche.

Limpeza das correntes

Se a sua bike possui mais de uma corroa, passe a corrente para a maior coroa. Feito isso aplique uma generosa quantidade de sabão ou do produto escolhido na escova e esfregue a corrente de todos os lados de modo a limpá-la. Esfregue bem, até ter ideia de que realmente conseguiu tirar toda a sujeira e a graxa da mesma.

Esfregue também as laterais da corrente usando a coroa como superfície de apoio para empurrar a corrente, o processo se tornará mais fácil. Se você preferir, pode limpar a corrente com um limpador de corrente, também é uma boa opção.

Passo a passo de como limpar a corrente adequadamente

Agora que você já sabe como limpar cada parte do sistema de transmissão vamos ver um passo a passo simples para realizá-lo.

1º O primeiro passo é a limpeza da corrente propriamente dita. Como vimos anteriormente a limpeza da corrente consiste na lavagem da mesma que deve ser esfregada elo por elo, meticulosamente.

2º Após esfregar a corrente, esfregue o cassete e todas as engrenagens do mesmo. A precisão e o cuidado na hora de esfregar os componentes do sistema de transmissão é o que garante a eficácia da sua limpeza.

3º Depois de esfregar o cassete é hora de esfregar a coroa.

4º Após ter esfregado tudo de maneira adequada é hora de enxaguar. Lave com água abundantemente. Utilize um bom jato de água limpa para o processo. Caso seja necessário repita o processo de esfregar com sabão ou o produto utilizado até sentir que retirou totalmente a graxa e o sistema está de fato limpo. Essa percepção acaba sendo importante uma vez que determinamos a eficiência da limpeza realizada.

Dica: A dica aqui é que você não utilize para o enxague da bike uma mangueira de alta pressão que pode acabar levando água para áreas indesejadas que poderão comprometer o desempenho da bike. Além do mais, a depender da pressão podem até mesmo danificar a pintura da mesma.

Conferindo a limpeza

Se você não está devidamente seguro de que a limpeza fora feita de maneira suficiente, uma dica de ouro consiste em segurar em dois pontos da corrente, com cerca de quinze centímetros entre um ponto e outro e torce-la levemente. Nesse momento o som que você deve ouvir é de metal esfregando metal. Caso haja algum som diferente desse pode indicar que há sujeira entre os elos da corrente e uma nova limpeza deve ser feita.

Repita o processo de limpeza até que seja possível esfregar a corrente apenas ouvindo o som de metal sendo esfregado em metal. Somente nesse exato momento que a sua corrente estará pronta para receber a lubrificação final.

Você pode facilitar o processo de limpeza da corrente ao optar por um modelo para limpeza da mesma sem sujeira. Você encontra diferentes modelos na internet, mas a pegada de funcionamento acaba sendo a mesma. A corrente passa pelo aparelho e sai limpa do outro lado. Aqui você encontra diferentes modelos para escolher.  

Após a lavagem e antes de partir para a lubrificação deixe a bike secando ao sol. Cuidado apenas para não deixá-la exposta demais sobretudo se ela for composta de fibra de carbono.

Lubrificando a sua corrente

Após a limpeza é hora de lubrificar a corrente da sua bike. Acaba sendo altamente recomendado que se utilize de óleos essenciais para o processo de lubrificação. Há inúmeras marcas no mercado que podem ser utilizadas e fica a seu critério a escolha.

Vale destacar que o uso de óleo de motor não acaba sendo muito indicado uma vez que ele não é bem aderido à corrente e escorre logo na primeira pedalada. Ou seja, mesmo realizando a lubrificação o resultado da mesma acaba sendo temporário.

Mesmo que você tenha deixado a sua bike secando, o recomendado é que você seque, ou certifique-se que a corrente da mesma está seca antes da aplicação do lubrificante. Seque o máximo que puder sua corrente antes de aplicar o lubrificante, isso garante que a sua corrente não enferruje e precise ser trocada antes do tempo indicado.

Você pode utilizar um secador para garantir que a sua corrente está de fato seca, sem ter que esperar muito por isso para poder aplicar o seu lubrificante.

Após a aplicação do lubrificante, assim como feito na limpeza, pegue a corrente em dois pontos, com uma pequena distância entre um ponto e outro e a torça algumas vezes, isso permite que o óleo entre em cada um dos elos, o que fará com que o resultado da lubrificação seja ainda melhor.

Feito isso deixa a bike descansar um pouco, mas não antes, limpe o eventual excesso do lubrificante que possa ter escorrido e sujado a bike, afinal você quer que o lubrificante lubrifique o interior da corrente e não a parte externa.

Nota para você

Com essas dicas você certamente deve estar pensando que a limpeza da corrente e igualmente de todo o sistema de transmissão não é um bicho de sete cabeças, e de fato não é mesmo. Com um pouco de tempo e igualmente de paciência em uma manhã você consegue deixar a sua transmissão limpa, aumentando assim a sua vida útil de maneira significativa.

Como mencionado você não precisa de nada complexo para a limpeza da sua corrente e do seu sistema de transmissão, o que pode fazer com que a limpeza em casa acabe se tornando mais barata do que na oficina ou no mecânico de sua confiança.

Além disso, quando você mesmo realiza a limpeza você sabe exatamente os produtos utilizados e pode garantir uma melhor periodicidade para sua realização. O indicado é que a limpeza da corrente da bike seja realiza mensalmente se você pedala regularmente.

Dica: Se você utilizar um bom lubrificante, pode assegurar que não precise substituir a sua corrente com nada mesmo que quinze mil quilômetros.

 

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *